Acesso à internet aumenta no Brasil graças a smartphones e smart TVs

70% dos domicílios têm acesso à internet

Cada vez mais brasileiros têm Brasil em casa. De acordo com a Pnad-C (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), do IBGE, 70% dos domicílios — ou 49,2 milhões — tinham uma conexão em 2017.

Um ano antes, 63,6% das residências (ou 44 milhões) tinham acesso à internet. E os celulares têm uma grande contribuição para esse resultado.

Em 2016, os celulares com acesso à internet eram usados em 60,3% das casas, e passaram a estar em 69% delas em 2017. Em números absolutos, são 6,3 milhões de domicílios a mais. 

As televisões com internet também ficaram mais populares e passaram, em um ano, de 7,7% das casas com conexão para 10,6%. A alta tem relação com o maior número de TVs de tela fina em geral. Em 2017, cerca de 2,5 milhões de domicílios passaram a ter smart TVs.

Enquanto isso, os tablets foram menos usados para acessar a internet. Sua presença nas residências caiu de 12,1% para 10,5%. Isso significa uma redução de 1 milhão de domicílios que usavam o aparelho para essa finalidade.

O uso de computadores para acessar a internet também caiu, de 40,1% para 38,8%. No ano passado, 696 mil residências deixaram de usar o PC para se conectar.

Celular x telefone fixo

O levantamento do IBGE também oferece uma comparação entre o uso de celulares e telefones fixos. Em 2016, os dispositivos móveis estavam presentes em 92,3% dos domicílios (ou 63,8 milhões). Em 2017, isso aumentou para 92,7% (ou 64,6 milhões).

Enquanto isso, os telefones fixos vão perdendo espaço. Eles passaram de 34,5% (ou 23,8 milhões de domicílios) para 32,1% (22,4 milhões) em um ano.

Fonte: Tecnoblog/ IBGE.