Coordenadoria da Mulher emite nota de repúdio após morte de Aretha Dantas

CEPM-PI manifesta o mais profundo sentimento de repúdio a mais um caso de feminicídio

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres (CEPM-PI) divulgou uma nota de repúdio sobre a morte da cabeleireira Aretha Dantas, de 32 anos, morta a facadas na madrugada da última terça-feira (15), pelo ex-namorado Paulo Alves dos Santos Neto.

vítima de feminicídio
(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Veja nota na íntegra

A Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres (CEPM-PI) vem a público manifestar o mais profundo repúdio a mais um caso de feminicídio, ocorrido na terça-feira (15).

Conforme noticiado pelos veículos de comunicação, Aretha Dantas Claro, 32 anos, teve a vida covardemente interrompida pelo ex-namorado, identificado como Paulo Alves dos Santos, apontado pela polícia como autor do crime. 

Tragédias como essa, infelizmente, ainda são constantes no país. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2017, o número de assassinatos de mulheres chegou a 4,8 para cada 100 mil mulheres. O Brasil é o país com a quinta maior taxa de feminicídio do mundo. Mulheres são mortas diariamente e o motivo principal desses assassinatos é a cultura machista e da misoginia presente no cotidiano da nossa sociedade. 

Diante desse dado alarmante, o Estado não pode e não se omite em enfrentar todas as formas de violência contra as mulheres. A CEPM irá reforçar campanhas de conscientização e educação pela igualdade de gêneros. E, além disso, convida a toda a sociedade para debater o tema em todos os espaços e denunciar casos de violência contra a mulher. 

Lamentamos e nos solidarizamos com os familiares e amigos de Aretha, desejando que encontrem o conforto na sua memória.

 

Coordenadoria de Estado de Políticas para as Mulheres do Piauí (CEPM-PI)

Leia também

Mulher encontrada morta na Av. Maranhão foi atropelada após ser esfaqueada

Mulher que foi esfaqueada e atropelada até a morte é identificada

Polícia aponta ex-namorado como autor da morte de Aretha Dantas

Suspeito de matar ex-companheira em Teresina se entrega à Polícia

Ex-namorado confessa crime e alega legitima defesa