Médicos de Teresina voltarão a paralisar as atividades na terça-feira (15)

Médicos de Teresina voltarão a paralisar as atividades na terça-feira (15) (Foto: Divulgação)
Médicos de Teresina voltarão a paralisar as atividades na terça-feira (15) (Foto: Divulgação)

O Sindicato dos Médicos do Piauí realizou na última terça-feira (8) uma Assembleia Extraordinária com os médicos servidores públicos no município de Teresina (PI). Após votação unânime, os médicos decidiram por realizar mais uma Paralisação de Advertência, salvo os casos de urgência e emergência, que acontecerá na terça-feira (15). A paralisação acontecerá devido a Fundação Municipal de Saúde não estar aberta para o canal de negociação com a classe médica.

Entre as reivindicações da categoria estão: realização de concurso público, pois os médicos estão sobrecarregados; aumento e reajuste salarial para valorização da carreira médica do Município de Teresina, que estão com as progressões defasadas; e ainda a falta de estrutura e melhores condições de trabalho nos hospitais da capital.
Segundo o presidente do SIMEPI, Samuel Rêgo, os médicos servidores públicos no município estão há três anos sem aumento no salário e destaca ainda a precarização da situação da categoria. “Continuamos recebendo denúncias dos médicos da Prefeitura de Teresina acerca das condições ruins de trabalho. Durante nossas fiscalizações, estamos constatando e vendo in loco as dificuldades que estes profissionais têm enfrentado”, conclui.