Saúde alerta municípios para a prevenção e combate à sífilis

Os Centros de Testagem e Aconselhamento Estaduais (CTA) realizam testes rápidos e gratuitos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS)

A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível, curável, causada por bactéria e pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios. A doença pode ser transmitida por relação sexual sem proteção com uma pessoa infectada, ou para a criança durante a gestação ou parto. O tratamento é ofertado gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Os dados no Piauí apresentam um aumento crescente nas notificações. No período entre 2016 a outubro de 2018, foram notificadas 1.061 gestantes com sífilis. Em 2016, foram 272 gestantes com sífilis. Esse número aumentou para 447 até 18 de outubro deste ano. Já da sífilis congênita, eram 351 casos em 2016 e até outubro de 2018, 318 casos.

Esse número representa uma alerta para a Secretaria de Estado da Saúde, que desenvolve regularmente ações para prevenção e conscientização dessa doença junto aos municípios e à população, como a disponibilização de testes rápidos e gratuitos. Especialmente neste mês de outubro, as ações são intensificadas por conta do Dia Nacional de Combate à Sífilis, marcado para o terceiro sábado do mês, no próximo dia 20.

De acordo com Karinna Amorim, coordenadora de Doenças Transmissíveis do Estado, a preocupação de realizar ações de prevenção à sífilis é um alerta aos profissionais de saúde por cota do aumento da incidência da doença em gestantes, em crianças após o parto, além das notificações de ocorrências de sífilis congênita. Nesse primeiro momento, a Saúde está fomentando ações nos municípios.

“A sífilis é considerada uma doença antiga e que nem todos tomam os cuidados necessários. É por isso que a Saúde fomenta junto aos municípios a elaboração de programações locais para informar a população sobre o que é a doença e sua forma de tratamento”, destaca a coordenadora, que alerta ainda sobre as subnotificações dos casos, “estimulando a busca e tratamento dos parceiros de gestantes com sífilis”.

A prevenção da sífilis se dá de forma simples, como o uso correto e regular da camisinha feminina ou masculina. O acompanhamento das gestantes e parceiros sexuais durante o pré-natal de qualidade contribui para o controle da sífilis congênita.

Testagem e aconselhamento
Os Centros de Testagem e Aconselhamento Estaduais (CTA) realizam testes rápidos e gratuitos ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para doenças como HIV/Aids, sífilis e hepatites, além de orientações para prevenção e combate a doenças transmissíveis.

Na capital, o Centro funciona na Rua 24 de Janeiro, 124/N, edifício Teresa Cristina, 2º andar, esquina com a Rua Álvaro Mendes. O CTA também está presente em Parnaíba, Picos, Floriano, Piripiri e Oeiras.

COMPARTILHAR