Condenado a 34 anos de prisão por estupro, dono da creche Minos e Minas cumprirá sentença em regime fechado

Escola Minos e Minas de Teresina
(Foto: Reprodução/ Google)

Proprietário da escola Minos e Minas, localizada no bairro Ilhotas, zona Sul de Teresina, o professor Antônio Monteiro Neto Filho, foi condenado a 34 anos e 8 meses de prisão em regime fechado, acusado de ter cometido estupro de vulnerável.

A sentença foi dada pelo juiz da 6ª Vara Criminal, Raimundo Holland. “Ficou claramente demonstrado que o crime existiu e há indícios suficientes de que o réu é autor desse crime”, afirma o juiz em sua sentença.

Antônio Monteiro que já está preso desde o dia 26 de janeiro, não poderá apelar em liberdade.

Diretor da escola Minos e Minas é acusado a 34 anos de prisão. (Foto: Reprodução)

 

Sobre o caso

Devido a denúncia feita há mais ou menos três meses pela mãe de uma das vítimas à Delegacia de Proteção à Cidadania e ao Adolescente, foi aberta uma investigação contra o diretor e proprietário da escola.

Com o decorrer da investigação foram identificadas mais duas vítimas. Sendo realizadas buscas e apreensões em materiais usados pelo acusado.

Constatando o crime, foi determinado mandato de prisão preventiva, onde Antônio Monteiro foi preso no dia 26 de janeiro em sua residência que fica atrás da escola que era proprietário.