Polícia Civil cumpre mandados de prisão e menor é apreendido por tráfico de drogas

O cumprimento de um dos mandados de prisão e a apreensão do menor aconteceram no bairro Promorar, zona Sul da capital

Polícia Civil cumpre mandados de prisão por homicídio e menor é apreendido por tráfico de drogas (Foto: Divulgação)
Polícia Civil cumpre mandados de prisão por homicídio e menor é apreendido por tráfico de drogas (Foto: Divulgação)

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa -DHPP da PCPI, através da Delegacia sul, deu cumprimento na manhã desta quinta-feira (09), aos mandados de prisão preventiva em desfavor de Gabriel Patrick de Silva Ferreira e Renan Oliveira dos Santos  pela prática do homicídio qualificado que vitimou Gabriel da Silva, fato ocorrido no dia 01 de julho de 2018 por volta das 03h30, na rua Menino Jesus, Vila Costa Rica, zona sul de Teresina.

DOS FATOS:

A vítima estava chegando na sua residência na companhia de familiares e amigos quando fora surpreendida pelos acusados que estavam em um veículo corsa classic de cor prata e placa LVJ7348. Na ação os acusados efetuaram disparos contra Gabriel, sendo atingido por cinco perfurações provocadas por arma de fogo. O crime foi praticado como represália a um homicídio praticado na Vila Costa Rica e por disputa entre organizações criminosas.

PRISÃO:

Gabriel Patrick foi preso em via pública, na quadra 67, localizada no bairro Promorar. O cumprimento do mandado de prisão de Renan Oliveira foi realizado no Sistema Prisional, tendo em vista ter sido preso no dia 02 de julho por tráfico de drogas.

Dando continuidade as diligências, a equipe de investigação realizou busca na residência do acusado Gabriel Patrick localizada na quadra 48 no bairro Promorar, onde foram localizados 14 invólucros de substância semelhante a crack, 02 invólucros de substância semelhante a cocaína, 08 invólucros de substância semelhante a maconha, alem da quantia de R$87,00.

Na residência foi apreendido o menor de iniciais G.U.M.S o qual estava comercializando entorpecentes sob a orientação de Gabriel.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.